Harry Potter e a Princesa dos Imortais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Harry Potter e a Princesa dos Imortais

Mensagem por Arika Honoki em Ter 2 Set 2008 - 14:03

Imaginem k a história de Harry Potter muda, no seu quarto ano.
E entra uma nova personagem. Esta, descendente de elfos e feiticeiros de puro-sangue
No entanto, ela não é propriamente "social". Gosta de estar sozinha e practicamente nem tem amigos. Mas as coisas acabam por mudar, como sempre mudam. Pois é assim que todas as histórias começam, quando a vid da maior parte dos personagens principais se altera.
__________
Índice:

Prólogo: Pág. 1 [02/09]
avatar
Arika Honoki
Wingardium Leviosa
Wingardium Leviosa

Número de Mensagens : 5
Idade : 24
Localização : planeta Honoki
Humor : eternamente maluca e apaixonada
Data de inscrição : 02/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Harry Potter e a Princesa dos Imortais

Mensagem por Arika Honoki em Ter 2 Set 2008 - 14:15

Prólogo


- Miau - miou uma gatinha logo de manhã cedo. Se não fosse ela,
certamente que a rapariga que ali dormia, chegaria sempre atrasada.

- Que seria de mim, se não fosses tu? Não há melhor companheira do que
tu - dizia-lhe após todas as raparigas abandonarem o dormitório. Pois não
queria que elas pensassem que ela era maluca.

Após me vestir, desci para o pequeno almoço, no Salão Principal.

Na verdade gostava muito de Hogwarts, apesar dos Slytherins,
nomeadamente de Draco Malfoy, que me perseguia e e tentava sem
sucesso seduzir, por a achar bonita e pela minha família, ignorando o facto
de eu ser dos Grynffindor.

Viera para Hogwarts transferida duma outra escola: Drumstrang. Mas os
meus pais, passado algum tempo, arrependeram-se, sem eu saber o
porquê e colocaram-me nesta escola.

Logo no momento em que cheguei, foi seleccionada juntamente com os do
primeiro ano, para onde eu supostamente iria, mas como tinha 14 anos e
era uma aluna sobredotada, fui para o quarto ano.

Depois conheci o Draco, que sabia um tanto das minhas origens, mas
eu não sabia o que é que ele sabia sobre mim.

No entanto decidi-me inconscientemente a fechar-se a tudo e a todos.

Bem, regressando ao presente...

Rapidamente tomou o pequeno aloço e foi para a aula de defesa contra as
Artes das trevas. Sem dúvida, era uma das suas preferidas. Mas já estava
um pouco atrasada.

-A que se deve esse atraso, Miss Springflower? - Perguntou-me o
professor Moody, mal cheguei à aula.

-Descupe, professor - Disse timidamente e sentou-se no fundo da sala,
longe da vista do Draco e de todos.

-Bem, como estava eu a dizer, hoje vou demonstrar-vos as maldições
imperdoáveis. Sim, porque vocês ão verem isto, ajuda-vos a terem maior
consciência do mundo lá fora. Primeiro, vamos começar pela maldição da
morte - e pegou numa aranha e apontou-lhe a varinha- Adava Kedavra! -
E em menos de um segundo, um raio verde saiu da sua varinha, na
direcção da aranha e esta pereceu.

-Que crueldade... - Murmurou Hermione.

- Agora, a maldição que controla a vítima. E apontou a varinha à segunda
aranha - Imperious! -E a aranha saiu do frasco, e moveu-se por toda a
sala, passando pela a cabeça do Ron, pela do Draco, do Cabbre e do
Goyle, tantas, mas sem picar ninguém, apenas por brincadeira da parte do
professor - Agora vamos à final. Engourgious! Crucious! -E a ultima aranha
aumentou de tamanho e começou a espeniar e a guinchar como se
sofresse, e na verdade eu saia que ela sofria muito. Sentia-se.

-Por favor, pare! Não vê que ela está a sofrer!? - E ele parou, fazendo um
rápido feitiço que matou a aranha.

De resto, o dia passou a correr, sem grandes preocupações.


Na verdade, mal jantou foi para a Sala Comum dos Gryffindor. Onde estudei e fiz os
trabalhos que tinha para fazer.


Subitamente, uma coruja entrou pela Sala, na sua direcção. Eu conhecia aquela
coruja, não só por ser acastanhada, mas também pela atitude de Deise, a minha gata que
adorava aquela coruja. Era uma carta dos meus pais.


“Querida Alina, custa-me falar disto desta maneira, mas é algo que tem que ser
feito. Como sabes, a mãe tem andado doente, e essa doença é grave. E devido a essa
doença, ela morreu hoje de manhã. É melhor não vires para casa, porque anda muita
confusão por cá. Não quero nem que te sintas nem culpa nem triste.

Beijinhos do pai que te adora.”


Foi impossível de suportar. As lágrimas enevoaram-me a vista e escorreram-
me pela cara a baixo. Eu queria ir para casa! Era lá onde era feliz, era lá
onde podia correr pelos campos com a Deise... na Irlanda.


Não podia ficar ali, à vista de todos, e como um impulso, corri para o dormitório das
Raparigas, onde fui para a varanda e permiti-me a chorar.


Deise já andava á minha volta, ronronando, pois ela sabia que aquele jesto era a cura para
muito choros que eu havia tido.


Subitamente, alguém entrou ali:


- Estás bem, Alina? – Era Hermione, e tal não era o seu sorriso simpático e acolhedor,
que não a mandei embora, e aceitei a sua companhia - eu sei que não convivemos muito uma
com a outra, mas podes confiar em mim.


- Obrigada, Hermione, é que...sabes, é difícil... mas creio que preciso que desabafar.


- Estas à vontade.


-Sabes é que... a minha mãe morreu hoje de manhã... Foi o meu pai que me avisou por
carta, e ele disse-me que seria melhor que eu não fosse para evitar confusões - Afirmei,
aliviada.


- Isso não deve ser fácil. Gostaria de te fazer uma pergunta, mas é sobre outro
assunto. Se não estou a ser indirecta, porque é que tu evitas tanto as pessoas? Não me estou
a referir aos Slytherins, esses eu entendo perfeitamente.


- Inconscientemente... eu afasto-me das pessoas...


-Isso é porque te sentes diferente, não é? Entendo-te. Não deve ser fácil.


-Pois não, não é mesmo nada fácil.


-Porque não passas a andar comigo, com o Ron e o Harry? Certamente que te vai
fazer bem! Fica descansada que eles são muito simpáticos, um bocadinho tontos, mas são
boas pessoas.


-Imagino...


- É... Já agora, como é que aturas o Malfoy?


- Sinceramente, não sei.


- É verdade que tu podes fazer mais magia do que um feiticeiro Puro-Sangue com a
mente? É que li em livros, que a tua família era duma descendência de elfos, não os elfos
domésticos, mas uma espécie em que são imortais? - Perguntou com entusiasmo que mal respirou.


- Mais ou menos assim, também há alguns feiticeiros Puro-Sangue e alguns
devoradores da Morte, mas esses que devem ser só um ou dois, assim que foram descobertos,
foram “expulsos” da família. Creio que já morreram.


- Gosto de falar contigo, pareces ser uma boa pessoa e modesta.


-Obrigada – Agradeci timidamente.


-Vou-te só dar um conselho: não baixes a cabeça, pelo contrário, ergue-a, não é por
nada, mas é muito mais nobre que o Malfoy!


-Ok – Disse, entre o riso.


-Bem, vamos dormir. Parece que os nossos gatos também se dão muito bem.


-Pois é... – Era verdade. Ambos se rossavam um no outro.


E voltá-mos para dentro, vestimo-nos os pijamas e fomos dormir.


Agora sim, sentia-me bem e feliz.
avatar
Arika Honoki
Wingardium Leviosa
Wingardium Leviosa

Número de Mensagens : 5
Idade : 24
Localização : planeta Honoki
Humor : eternamente maluca e apaixonada
Data de inscrição : 02/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Harry Potter e a Princesa dos Imortais

Mensagem por MoonSerenidade em Qua 3 Set 2008 - 10:21

Eu sei k já comentei esta fic no SMP mas tenho de comentar de outra maneira:

escreves muito bem Arika, mas no ínicio da história tanto era a Alina como o narrador que a descrevia.

Tirando isso...

onde está o novo capitulo???

*mim vai ao outro forum e procura a data do comentário: 6 de Agosto...*

já tamos em setembro... e tu puses-te lá a fic em Junho...

e depois sou eu k nao meto um novo capitulo...

_________________


Harry Potter e o Último dos Riddle

7º Capitulo (parte 4) Actualizado 14/11/2010
avatar
MoonSerenidade
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 948
Idade : 24
Localização : Torres Vedras
Humor : melhor era impossivel...
Data de inscrição : 19/08/2008

Ver perfil do usuário http://forum-hp.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Harry Potter e a Princesa dos Imortais

Mensagem por Mallory em Sex 10 Abr 2009 - 8:24

Eu gostava de saber o resto da história.
Não vais escrever mais capítulos?
avatar
Mallory
Accio
Accio

Número de Mensagens : 342
Idade : 23
Localização : Hogwarts
Humor : ^^
Data de inscrição : 02/04/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Harry Potter e a Princesa dos Imortais

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum